Como escolher bons fornecedores para lojas

Se você tem uma loja, seja física ou online, sabe que os fornecedores são peças fundamentais para o seu negócio. Eles são os responsáveis por fornecer os produtos que você vai vender para os seus clientes, e por isso, influenciam diretamente na qualidade, na variedade e no preço dos seus produtos. 

Mas como escolher bons fornecedores para lojas? Quais são os critérios que você deve levar em conta na hora de fechar uma parceria? E como manter um bom relacionamento com eles? Neste artigo, vamos responder essas e outras perguntas sobre o tema. Acompanhe!

O que são fornecedores e qual é o papel deles no seu negócio?

Fornecedores são empresas ou pessoas que fornecem produtos ou serviços para outras empresas ou pessoas. 

Eles podem ser fabricantes, distribuidores, atacadistas ou varejistas, dependendo do tipo de produto e do segmento de mercado. O papel dos fornecedores no seu negócio é essencial, pois eles são os responsáveis por abastecer o seu estoque com os produtos que você vai oferecer aos seus clientes.

Eles também podem oferecer suporte técnico, garantia, assistência e outros benefícios que agregam valor ao seu produto.

Como avaliar a qualidade, o preço e o prazo dos produtos oferecidos?

Um dos principais critérios que você deve considerar na hora de escolher bons fornecedores para lojas é a qualidade dos produtos oferecidos. Afinal, você quer vender produtos de boa qualidade para os seus clientes, não é mesmo? Para avaliar a qualidade dos produtos, você pode solicitar amostras, verificar as especificações técnicas, conferir as certificações de qualidade e as avaliações de outros clientes. 

Outro critério importante é o preço dos produtos. Você deve buscar fornecedores que ofereçam preços competitivos e que caibam no seu orçamento. Mas cuidado para não escolher apenas pelo preço mais baixo, pois isso pode comprometer a qualidade do produto ou do serviço. Lembre-se que o preço deve estar alinhado com a qualidade e com o valor percebido pelo cliente. 

Por fim, outro critério que você deve levar em conta é o prazo dos produtos oferecidos. Você deve verificar se os fornecedores cumprem os prazos de entrega estabelecidos, se têm disponibilidade de estoque e se têm flexibilidade para atender às suas demandas.

Como verificar a reputação, a confiabilidade e o atendimento dos fornecedores?

Outro aspecto que você deve considerar na hora de escolher bons fornecedores para lojas é a reputação, a confiabilidade e o atendimento dos fornecedores. Você deve buscar fornecedores que tenham uma boa reputação no mercado, que sejam honestos, transparentes e éticos nas suas relações comerciais. 

Você pode verificar a reputação dos fornecedores consultando sites como o Reclame Aqui, o Procon ou o Google Meu Negócio, onde você pode ver as opiniões e as reclamações de outros clientes. 

Você deve verificar se os fornecedores são confiáveis, ou seja, se cumprem com os seus compromissos, se entregam os produtos conforme o combinado, se respeitam os contratos e se têm solidez financeira. 

Analise a confiabilidade dos fornecedores solicitando referências de outros clientes, verificando o CNPJ da empresa e consultando órgãos como a Serasa ou o SPC. 

Por último, mas não menos importante, verifique se os fornecedores têm um bom atendimento ao cliente. Você deve buscar fornecedores que sejam cordiais, ágeis e eficientes na comunicação, que esclareçam as suas dúvidas, que resolvam os seus problemas e que estejam dispostos a negociar as melhores condições para você.

Como negociar as condições de pagamento, entrega e troca dos produtos?

Um dos passos mais importantes na hora de escolher bons fornecedores para lojas é negociar as condições de pagamento, entrega e troca dos produtos. Você deve buscar fornecedores que ofereçam formas de pagamento que sejam vantajosas para você, como descontos à vista, parcelamento sem juros ou prazos maiores. 

Você também deve negociar os custos e os prazos de entrega dos produtos, buscando reduzir os gastos com frete e garantir a agilidade na entrega. 

Negocie as condições de troca dos produtos, estabelecendo as regras para casos de defeito, avaria, extravio ou insatisfação do cliente. 

Você deve buscar fornecedores que facilitem a troca dos produtos, que arquem com os custos do transporte e que não cobrem multas ou taxas abusivas.

Como pesquisar e comparar diferentes opções de fornecedores?

Uma das melhores formas de escolher bons fornecedores para lojas é pesquisar e comparar diferentes opções de fornecedores. 

Você pode fazer isso usando a internet, participando de feiras e eventos do seu segmento, consultando catálogos e revistas especializadas, pedindo indicações de outros lojistas ou entrando em contato direto com os fornecedores. 

O ideal é que você tenha pelo menos três opções de fornecedores para cada tipo de produto que você precisa, assim você pode comparar as vantagens e as desvantagens de cada um e escolher o que melhor atende às suas necessidades.

Como manter um bom relacionamento e uma parceria duradoura com os fornecedores?

Depois de escolher os seus fornecedores, você deve manter um bom relacionamento e uma parceria duradoura com eles. 

Isso vai garantir que você tenha um fluxo contínuo de produtos, que você consiga melhores condições comerciais e que você tenha um diferencial competitivo no mercado. 

Para manter um bom relacionamento e uma parceria duradoura com os fornecedores, você deve:

  • Cumprir com os seus compromissos, pagando em dia, respeitando os contratos e comunicando eventuais problemas;
  • Ser transparente, informando as suas expectativas, as suas necessidades e o seu feedback sobre os produtos e serviços;
  • Ser cordial, tratando os fornecedores com respeito, educação e profissionalismo;
  • Ser flexível, sabendo negociar e ceder quando necessário;
  • Ser fiel, valorizando os fornecedores que te atendem bem e não trocando por outros por motivos banais;
  • Ser parceiro, buscando criar uma relação de confiança, cooperação e benefício mútuo.

Conclusão

Escolher bons fornecedores para lojas é uma tarefa essencial para o sucesso do seu negócio. Você deve levar em conta critérios como a qualidade, o preço e o prazo dos produtos oferecidos, a reputação, a confiabilidade e o atendimento dos fornecedores, as condições de pagamento, entrega e troca dos produtos, entre outros. Você também deve pesquisar e comparar diferentes opções de fornecedores e manter um bom relacionamento e uma parceria duradoura com eles. Seguindo essas dicas, você vai conseguir escolher os melhores fornecedores para o seu tipo de loja e terá mais chances de se destacar no mercado.

Espero que este artigo tenha sido útil para você. Se você gostou do conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais e deixe o seu comentário abaixo. Até a próxima!

Encontrar produtos mais baratos para comprar e vender pode ser um dos desafios de começar um negócio online, principalmente quando é preciso ter CNPJ para comprar no atacado.

Como comprar para atacado sem CNPJ em Manaus? Descubra aqui!

Encontrar produtos mais baratos para comprar e vender pode ser um dos desafios de começar um negócio online, principalmente quando é preciso ter CNPJ para comprar no atacado.

Se você também está passando por esse problema, continue lendo para conhecer alguns fornecedores e dicas para comprar no atacado!

Como comprar no atacado sem CNPJ?

É necessário ter CNPJ se a compra for uma exigência da empresa ou se quiser fazer compras caras com a intenção de vendê-las. É possível obter descontos através de um cadastro de pessoa física.

Porém, esta autorização não é dada em qualquer situação. A obrigatoriedade de abertura de CNPJ para receber os descontos concedidos ao atacado não é uma regra que se aplica a todos.

Para acesso a compras em grandes quantidades a preços com desconto, muitas empresas exigem que o parceiro tenha um cadastro de pessoa jurídica ativo e válido.

No entanto, algumas empresas oferecem essas condições a qualquer consumidor. Por isso, para comprar no atacado sem CNPJ, primeiro confirme se a empresa vende sob esta condição.

É necessário ter CNPJ se a compra for uma exigência da empresa ou se quiser fazer compras caras com a intenção de vendê-las. É possível obter descontos através de um cadastro de pessoa física.

Qual o melhor lugar para comprar no atacado?

Na maioria das vezes, os apps de compra oferecem preços melhores do que as compras físicas. Assim como também, eles otimizam as atividades do dia a dia.

Os apps para compras agilizam e delimitam o caminho do cliente até o produto, evitando idas às lojas e buscas demoradas de preços. Além disso, muitas empresas são capazes de oferecer melhores ofertas em compras on-line, reduzindo os gastos que teriam com lojas físicas.

Confira logo abaixo os melhores lugares para comprar mais barato para revender!

1. Magazine Luiza

Além da ampla seleção de mercadorias disponíveis na loja e pelo site, o app também permite a compra de itens do mercado como alimentos e material de limpeza.

Ele localiza as ofertas e mercadorias oferecidas em sua região usando seu CEP. A loja dispõe de cupons de desconto para compras feitas pelo aplicativo, além de ter o próprio cartão de crédito.

2. Amazon Shopping

Além de recursos como pesquisa de fotos e leitura de código QR, o app da loja oferece vantagens como o Amazon Prime (um serviço de assinatura que, por exemplo, oferece frete grátis em compras selecionadas).

Você também pode pesquisar ofertas na plataforma em sites internacionais da Amazon, como os do Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos.

3. Americanas

Todos os dias, a loja anuncia uma oferta que está disponível apenas para usuários do aplicativo. A promoção dura o dia todo e o aplicativo também oferece frete grátis para alguns itens e a opção de fazer compras no supermercado.

4. Wish

O aplicativo do site internacional Wish oferece uma variedade de produtos, com foco em roupas, artigos para o lar e decoração. A Wish também funciona como marketplace e tem tradução para o português.

5. Dafiti

A ampla seleção de roupas, acessórios e calçados disponíveis no site da Dafiti estão todos incluídos no app. Recentemente, novos setores de produtos para utensílios domésticos foram adicionados.

Cupons de desconto específicos e promoções aparecem com frequência para usuários do aplicativo ou são anunciados nas redes sociais da loja.

6. Shopee

A Shopee chegou ao Brasil e já virou um grande sucesso. A empresa foi criada em 2015 e é um mercado online de Cingapura que faz parte do Sea Group.

Neste site, você pode encontrar qualquer coisa. Há produtos vendidos por fornecedores brasileiros, mas também há fornecedores em outros países onde a plataforma está presente.

7. AliExpress

Você já deve ter ouvido falar do Aliexpress como um site que vende produtos chineses baratos. Em geral, ele é isso, mas na plataforma, você pode encontrar inúmeros fornecedores que vendem uma ampla variedade de produtos a preços competitivos.

Este é um dos recursos mais significativos para encontrar produtos para vender no modo dropshipping. No entanto, também é possível realizar compras para abastecer o seu e-commerce tradicional.

8. Gearbest

Ainda outra opção entre os sites chineses para compra de produtos online é o Gearbest, recomendado por ser uma fonte de eletrônicos com bons preços, com produtos como os smartphones Xiaomi e Zenfone.

9. Ponto Mix Import

Se você deseja investir no mercado de eletroeletrônicos, o Ponto Mix é um fornecedor nacional que oferece maior flexibilidade e bons preços. Existem várias opções de entrega disponíveis, bem como formas de pagamento que podem ser utilizadas para facilitar a gestão das finanças da sua loja.

10. Grandes Grifes

A Grandes Grifes é uma conceituada fornecedora nacional de acessórios de moda e um lugar para conseguir itens com preços mais acessíveis.

11. Alibaba

Acredita-se que a maior plataforma de negociação B2B do mundo seja o Alibaba. No site, você encontra produtos para varejo que vão de automóveis a acessórios para casa, cosméticos e roupas, entre outros, com preços que mudam conforme a quantidade.

12. Mercado Livre

Considerado o maior marketplace entre toda a América Latina, Neste site, você encontra produtos para varejo de diversos setores, marcas e fornecedores. Esses produtos incluem produtos digitais, equipamentos de esportes, utensílios domésticos e muito mais.

Como faço para comprar no atacado?

Não existe uma resposta certa de qual o melhor lugar para comprar no atacado, mas  a internet pode te ajudar a encontrar a melhor solução para você

Não há uma resposta certa para esta pergunta, porque nem todas as lojas atacadistas não seguem uma única regra. Porém, há certas coisas que você deve saber:

  • Para comprar no atacado, será preciso solicitar uma quantidade mínima de produtos. Essa quantidade tende a variar de  acordo com a loja em questão. A quantidade mínima de algumas pode ser de 6 itens, enquanto outras podem ser mais;
  • Algumas lojas atacadistas só podem vender para varejistas que são MEI ou para quem tem um CNPJ, como dito antes. No entanto, há algumas exceções, que vendem também para pessoas físicas;
  • As lojas atacadistas poderão solicitar que você realize um cadastro no sistema delas e pedir a presença de um contrato social da empresa para isso;
  • O meio de pagamento para comprar no atacado também muda conforme a loja, algumas delas só recebem dinheiro, já outras podem parcelar as compras.

Enfim, caso este conteúdo tenha sido útil para você, não deixe de enviar para os seus amigos que também pretendem comprar no atacado para revender!